Filmes para aguçar sua alma de viajante

Por Thiago D'Alvia em 26/06/2020
Filmes para aguçar sua alma de viajante

Otimismo

Substantivo masculino.

Atitude daqueles para quem tudo no mundo é o melhor possível, ou para quem a soma dos bens supera a dos males.

Liberdade

Substantivo feminino.

[Filosofia] Aptidão particular do indivíduo de escolher (de modo completamente autônomo), expressando os distintos aspectos da sua essência ou de sua natureza.

Obviamente, estamos ainda vivendo um período crítico em nossa sociedade caracterizado pela presença de uma epidemia devastadora de lares, corações, famílias e tudo mais que nos circunda.

Mas e quando tudo isso passar? Sim, seremos sempre otimistas com relação ao término deste sofrimento. Um dia tudo isso vai passar e esperamos, com afinco, que essa tragédia não afete (ou que menos transforme) o brilho dos sonhos que existe dentro de você.

Logo mais, poderemos enfim abraçar nossos pares, cumprimentar as pessoas às quais nunca demos tanta atenção, valorizar cada minuto de nossas vidas e valorizar os gestos simples que sempre passaram desapercebidos.

Seremos livres novamente.

Colocaremos para fora toda nossa vontade de respirar o ar fresco sem máscaras ou limites.

Para onde você deseja ir assim que a quarentena acabar e sua liberdade, com segurança, for declarada aos quatro cantos do mundo? Seja sozinho, com amigos ou familiares, voe alto!

Daremos uma força e instigaremos sua alma viajante indicando três filmes imperdíveis dos quais poderão extrair essa vontade imensa de viajar com uma pitada de coragem.

O primeiro chama-se Into The Wild, na tradução para o Brasil ficou conhecido como Na Natureza Selvagem.

Depois de cumprir seu dever de se formar na faculdade, Christopher McCandless não tinha mais nada que o prendesse em sua casa. Cansado das discussões de seus pais, a quem considerava falsos e com vidas vazias, ele decidiu partir em uma viagem pelos EUA, uma aventura sem dinheiro e sem destino, que pudesse ajudá-lo a compreender melhor a vida. Com um novo nome, Alex Supertramp, ele tinha como objetivo apenas se preparar para a maior aventura de sua vida, chegar ao Alasca e viver sozinho.        

O segundo filme indicado é A Praia, filme dos anos 2000, com o ator Leonardo DiCaprio figurando no longa.

Nele, o ator interpreta Richard, um viajante em Bangkok que acaba conhecendo Françoise (Virgine Ledoyen) e Étienne (Guillaume Canet), um casal de franceses. Ele também encontra Patolino (Robert Carlyle), um viajante mais velho marcado por anos de sol e drogas. De forma paranóica, Patolino conta ao Richard a improvável história de uma ilha secreta, um paraíso na Terra, a praia perfeita sem a presença de turistas. No dia seguinte, Richard encontra um mapa da ilha descrita por Patolino, desenhado a mão e preso na sua porta. Ele vê nisto "algo diferente" pois não pretende fazer a mesma coisa que todos os outros turistas rotineiramente fazem...

E a terceira e última indicação de hoje refere-se ao filme Livre, lançado em 2014, baseado no livro best-seller Livre - A jornada de uma mulher em busca de recomeço, onde retrata a trajetória de Cheryl Strayed (interpretada por Reese Witherspoon). O filme é um convite à autorreflexão e aos questionamentos que surgem quando procuramos nos reencontrar dentro de nós mesmos.

Galera, essas foram as três primeiras indicações!

Para quem curte viajar, espero que gostem.

Comentem sobre os filmes.

Traremos mais sugestões nos próximos posts.

E não se esqueçam de acessar www.tripmood.com.br, o site especializado em imóveis para temporada.

Até mais!

 

Comentários

  • Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Aguarde..