Você sabe o que são FIIs? Esse investimento vai agitar o mercado de locações por temporada!

Por tripmood em 05/07/2021
Você sabe o que são FIIs? Esse investimento vai agitar o mercado de locações por temporada!

Investir em imóveis segue sendo uma das principais alternativas para aqueles que querem aplicar recursos e aumentar o patrimônio de forma segura e rentável. Basicamente, o investimento em imóveis é feito em 3 modalidades: compra e revenda após valorização, locação anual e por temporada e a aplicação em fundos imobiliários.

Tanto a opção de compra e revenda, quanto a locação, demandam um investimento considerável, o que afasta grande parte dos investidores em potencial. Pensando neste problema e unindo o mercado imobiliário com o financeiro, surgiram os Fundos de Investimento Imobiliários (FIIs).

Existem diversos tipos de fundos imobiliários, sendo possível classificá-los em duas grandes modalidades:

- Fundos de papel: são aqueles que tem como estratégia investir em títulos financeiros vinculados ao mercado imobiliário, por exemplo o Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRI) e a Letra de Crédito Imobiliário (LCI).

- Fundos de tijolo: são focados, em regra, em empreendimentos físicos. O alvo, neste caso, é o investimento na aquisição, construção e aluguéis de imóveis, principalmente os comerciais. Este artigo irá tratar sobre essa modalidade.

São Paulo

Simplificando, os FIIs representam imóveis reais que possuem propriedade repartida em partes (cotas) e são administrados por gestores de fundos de investimento especializados na área imobiliária. Esses gestores recebem os aluguéis e distribuem, mensalmente, o lucro entre os cotistas, proporcionalmente à quantidade de cotas de cada um deles.

Através dos FIIs, o investidor pode se tornar um dos donos de parte de um prédio comercial, shopping e até de um imóvel de temporada. É possível comprar cotas de fundos por valores tão baixos quanto R$100. Interessante né?

No Brasil, atualmente, existem cerca de 360 FIIs ativos na CVM (Comissão de Valores Mobiliários), veja aqui a lista de todos fundos listados na B3.

 

Vamos falar sobre as principais vantagens de se aplicar em fundos imobiliários.

  1. Eles são extremamente acessíveis, possibilitando que pequenos investidores tenham acesso rápido aos melhores fundos.
  2. Liquidez maior do que o investimento na aquisição de imóveis. Como os ativos são negociados na bolsa de valores, a sua venda é muito mais fácil e rápida.
  3. Compra e venda sem burocracia, sem documentação e com muito menos dor de cabeça se comparada a um imóvel próprio. Caso precise do dinheiro que aplicou, o investidor pode vender apenas a sua parte das cotas, e não um imóvel inteiro.
  4. Os custos da administração dos imóveis do fundo são diluídos entre todos os cotistas, de acordo com a participação proporcional do investidor. Este modelo gera economia de escala.
  5. Gestão de profissionais especializados em investimentos imobiliários.
  6. O rendimento mensal distribuído aos investidores pessoas físicas é, em geral, isento de imposto de renda.
  7. A valorização dos fundos imobiliários gera lucro para os investidores, seja pelo aumento do patrimônio do fundo ou pela variação do mercado. Neste caso incidirá uma alíquota de 20% de IR na valorização das cotas.
  8. Os cotistas não respondem pessoalmente pelas obrigações relacionadas aos imóveis, e sim o administrador, instituição financeira responsável.

Quer identificar um fundo que atende as suas necessidades? Teste o comparador de fundos do InfoMoney. A ferramenta é gratuita e permite acessar os dados dos FIIs com cotas negociadas na Bolsa. São quase 200 FIIs para analisar e comparar.

Como comprar cotas de FIIs?

A forma de investir em fundos imobiliários é bem semelhante com a compra de ações listadas na bolsa de valores. Em geral, é possível comprar e vender cotas através do Home Broker da sua corretora. As aplicações no FIIs devem ser feitas de forma criteriosa e considerando todos os indicadores para uma decisão correta.

 

Investindo em locação de temporada através dos FIIs

Assim como noticiado no Brazil Journal, a Navi – gestora com mais de R$ 9 bi em ativos – está estruturando um fundo imobiliário para investir em imóveis residenciais com foco em short stay, a conhecida locação por temporada. Para adentrar no mercado de FIIs residenciais, o fundo vai adquirir apartamentos em bairros nobres de São Paulo. Este mercado é gigantesco e possuí enorme potencial de crescimento.

Para lidar com o grande desafio de se gerir uma carteira de centenas de imóveis, a Navi fechou uma parceria com a Casai, startup mexicana que recentemente entrou no mercado brasileiro e que irá atuar na administração dos imóveis.

O segmento de locação de imóveis de temporada tem muito a crescer e certamente irá se beneficiar com os FIIs. Qual é a sua opinião a respeito?

Comentários

  • Adorei o post! Muito educativo.
    Joao
    05/07/2021
  • Baita oportunidade!!! Já invisto em alguns FIIs e quero conhecer esse novo fundo da Navi
    Fabricio
    07/07/2021
  • Sou anfitriã aqui na tripmood e adorei conhecer esse investimento. Queria conhecer mais sobre a rentabilidade, hoje só invisto em CDB.
    Carla Ribeiro
    07/07/2021
Aguarde..